31/03/16 Esporte , Musculação , Nutrição , Saúde # , ,

Vitaminas e Desempenho no treinamento físico

Vitaminas e Desempenho no treinamento físico

As vitaminas são compostos orgânicos que não fornecem energia para massa corporal. Estas desempenham funções cruciais em quase todos os processos corporais. Elas devem ser obtidas do alimento ou da suplementação dietética. Uma das principais funções é regular o metabolismo facilitando a liberação de energia e desempenham funções-chave na síntese do osso e dos demais tecidos.

As vitaminas do complexo B atuam como coenzimas que regulam as reações que produzem energia durante o catabolismo dos carboidratos, lipídeos e proteínas. Também contribuem para síntese da hemoglobina e a produção de hemácias. Sabendo-se disso, havia a crença de que o uso de suplementos vitamínicos além dos níveis recomendados era o melhor a se fazer, o que levou muitos técnicos e cientistas a aconselharem seu uso exacerbado. Contudo, a maioria esmagadora dos nutricionistas e achados de pesquisas não concorda com esta abordagem para os indivíduos que consomem uma dieta adequada. Sabe-se que ingestão correta de das vitaminas A, C e E, assim como a pró-vitamina beta-caroteno, desempenham funções protetoras como antioxidantes. Uma dieta apropriada desses micronutrientes pode reduzir o dano induzido por radicais livres (estresse oxidativo) e pode oferecer proteção contra doença cardíaca e alguns tipos de câncer.

A suplementação com vitamina B6 em determinado estudo, por exemplo, não beneficiava a mistura metabólica metabolizada por mulheres durante o exercício aeróbico de alta intensidade. Outro estudo mostrou que para homens treinados em endurance, 9 dias de suplementação com vitamina B6 (20mg por dia) não proporcionavam qualquer efeito ergogênico ao pedalar até a exaustão com 71% da capacidade aeróbica.

Em geral, o estado dos atletas em relação em relação a esta vitamina iguala os padrões de referência para a população. Outrossim, A suplementação vitamínica acima da quantidade dietética recomendada, não aprimora o desempenho nos exercícios nem o potencial para realizar um treinamento físico de alta intensidade. Além disso, as vitaminas lipossolúveis em excesso acumulam-se nos tecidos corporais e podem aumentar ate alcançar concentrações tóxicas. Portanto, estas não podem ser consumidas em excesso sem supervisão médica.

Referência Bibliográfica:

MCARDLE, Willian D., KATCH, Frank I., KATCH, Victor L. Fisiologia do Exercício. Energia, Nutrição e Desempenho Humano. 6 ed. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2011.

0 likes no responses