05/08/11 Eventos , Notícias #

Dia Nacional da Saúde

Dia nacional da Saúde, hoje deveria ser um dia para que todos dedicassem um momento para refletir sobre a importância da saúde holística, que garante uma qualidade de vida que beneficia não a si própria apenas, mas o próximo também. Em uma sociedade onde as pessoas que pensam apenas em ganhar muito dinheiro, e consequentemente obrigam tanto o bem quanto mal informado sobre saúde, a agir da mesma maneira. Deixando muitas vezes em último plano a sua Saúde. Tudo por causa da inexorável ditadura mundial do capitalismo, que desde cedo nos ensina a produzir, produzir e produzir muito além do que seria realmente o necessário a sobrevivência. E no final da história, se alguém tem que se dar mal, este é primeiro o pobre que não pode pagar um plano de saúde, que mal tem acesso a um bom médico e quanto mais aos cuidados dos de outros profissionais de saúde. Meu Feliz dia da saúde vai para o João Ninguém da Silva, que mora em Japeri, acorda às 4 da manhã para pegar o trem e mais uma condução, e depois de um dia de trabalho estafante faz o mesmo percurso, dorme às 22 horas para no dia seguinte começar tudo de novo. E ainda tem que torcer para não ficar doente, pois não tem dinheiro para pagar um bom médico, e se for para a fila quilométrica do SUS ainda corre sério risco de quase 100% de ser mal atendido e ignorado e o mesmo acontece com seus filhos. Fora isso, este mesmo capitalismo destrata seu próprio planeta com emissão exacerbada de gases poluentes e prejudica esta mesma saúde de que estamos falando. Enquanto não há morte em massa por causa disso eles vão levando, não? Gostaria de escrever algo mais agradável como “parabéns aos Profissionais de saúde: Médicos, Enfermeiros, Nutricionistas, Fisioterapeutas, profissionais de Educação Física, Farmacêuticos, Assistentes Sociais, Psicológos, etc. Mas não é isto que está no meu coração nem o que tenho visto nos postos de saúde por parte de alguns destes.

 

 

Resolução nº 218/97 do Conselho Nacional de Saúde, MS, Profissionais de Saúde:

 

0 likes no responses